Imagem Fábio Gallo
Colunista
Fábio Gallo
Conteúdo Exclusivo para Assinante

Oferta de ganhos com ações pode ser armadilha

Promessas que não apresentam riscos do investimento são comuns no mercado americano

Fábio Gallo, O Estado de S.Paulo

20 Agosto 2018 | 05h00

Eu recebi um material pela internet que diz que, com uma única ação, é possível criar um plano de aposentadoria. Isso é possível? 

Sim. Basta uma única ação para se conquistar uma gorda aposentadoria. Da mesma forma, basta um único conjunto de números de loteria para qualquer um obter dinheiro suficiente para poder viver da maneira que desejar. No caso da loteria, isso pode acontecer de imediato, sem ser necessário esperar por alguns anos. Embora o tom seja irônico, a minha resposta é correta. O problema é que, para isso ser verdade, eu tenho de contar com a sorte e não estar preocupado em fazer investimentos. Eu também recebi diversas dessas mensagens – algumas são realmente interessantes e tentadoras. Uma delas literalmente tem o título “Plano de aposentadoria de uma única ação”. Esse tipo de promessa é muito comum no mercado norte-americano, quando é prometido o segredo de algum investimento que traga ganhos estratosféricos. O roteiro é sempre o mesmo: uma apresentação ou texto revestido de frases ditas por celebridades e argumentos verdadeiros, mas deixando de lado os riscos e o restante da história. Por exemplo: é mencionado como Bill Gates, Steve Jobs, Larry Page e outros ficaram bilionários por apostarem numa única ação, mas nada é dito sobre os milhares que fizeram essa aposta e perderam tudo. No fundo, quem está ficando rico é o que vende essas profecias, pois, para descobrir qual é a ação que vai gerar tanta riqueza, você deve assinar o boletim informativo dessa consultoria. Há centenas de profetas assim, e aqui em nossas terras temos alguns imitadores. A diferença é que os nossos estão apenas traduzindo e abrasileirando os textos. Mas, hoje vou dar uma de profeta: fui atrás de uma dessas promessas e, depois de muito cavar, descobri que a ação milagrosa é da Foxconn Technology Co., que está sendo vendida a US$ 2,45 e promete altos ganhos graças a centenas de patentes na área de tecnologia. Se você vai ficar rico com essa ação eu não sei dizer, mas a sua perda máxima será de menos de R$ 10 pelo câmbio atual.

Com a queda da Bolsa e também das cotas dos fundos, vale a pena aplicar em dólar? 

Qualquer investimento é bom em si, mas isso não quer dizer que seja bom para todos e a qualquer momento. Investir em câmbio é algo de alto risco e não é indicado para muitos investidores. Os fatores que afetam a taxa de câmbio são muitos e qualquer mudança de cenário provoca alta volatilidade. Isso pode significar grandes ganhos, mas também grandes perdas. Se considerarmos do início do ano até a metade de agosto, vamos verificar que o Índice Bovespa (Ibovespa) teve melhor desempenho que o dólar até o fim de abril; mas, em maio, o cenário mudou: com o dólar subindo e a Bolsa caindo. Obviamente, se esse movimento fosse facilmente previsto teria valido muito a pena comprar dólares. No ano, a moeda americana passou de R$ 3,26 a R$ 3,90, ganho de quase 20%, ao passo que as ações caíram 0,55%. Aparentemente, as causas externas que pressionam o dólar estão sendo amenizadas pela retomada das negociações entre Estados Unidos e China, além da redução das preocupações com a Turquia. Porém, o cenário interno continua a provocar volatilidade em virtude das eleições. Assim, prever o que vai acontecer com o dólar é algo quase impossível. Como nos disse o economista Edmar Bacha: “o câmbio foi inventado por Deus para humilhar os economistas: nunca se sabe para onde ele vai”.

Mais conteúdo sobre:
aposentadoria investimento

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.