Oficializada a compra do Sudameris pelo Itaú

O Banco Itaú divulgou fato relevante sobre a compra do Banco Sudameris Brasil S/A, oficializada hoje. Segundo a instituição, o preço do negócio será a soma da participação detida, direta e indiretamente, pela Banque Sudameris S.A. (94,58%) sobre o valor patrimonial ajustado por auditoria de aquisição de 31 de dezembro de 2001, mais um fundo de comércio de US$ 925 milhões. Segundo o Itaú, metade do preço será pago ao Banque Sudameris S.A. à vista e o resto em dívida subordinada, emitida no exterior. O banco esclareceu que não está prevista uma chamada de capital para realizar a aquisição. Segundo o comunicado, o Itaú espera que a compra do Sudameris Brasil apresente contribuição positiva ao lucro líquido em 2003, quando estará concluída a integração dos dois Bancos. "Até lá e, dependendo dos ajustes a serem feitos no patrimônio líquido do Sudameris, não deverão ocorrer mudanças relevantes no lucro líquido recorrente consolidado." No final do ano passado, o Sudameris tinha 294 agências, 1,3 milhão de clientes e R$ 8,205 bilhões em fundos e carteiras administradas. Os depósitos totalizavam R$ 4,949 bilhões e os empréstimos, R$ 8,359 bilhões. Os ativos totais do Sudameris eram de R$ 18,716 bilhões. Com a aquisição do banco, os ativos totais do Itaú aumentaram 22,9%, para R$ 100,523 bilhões, segundo balanço de 2001. Na mesma base comparativa, os empréstimos sobem 28,2%, para R$ 37,974 bilhões, e os depósitos avançam 17,5%, totalizando R$ 33,280 bilhões. O montante de fundos e carteiras administradas apresenta evolução de 14,7%, passando a R$ 64,001 bilhões. O total de clientes cresce 14,8%, para 10,1 milhões, e o número de agências vai a 2.533, com aumento de 13%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.