Oficializada hoje Câmara Setorial Federal de Flores e Plantas

Foi oficializada hoje, em Holambra, interior de São Paulo, a Câmara Setorial Federal de Flores e Plantas Ornamentais, vinculada ao Ministério da Agricultura. O órgão pretende ser um elo de articulação entre o Governo Federal e os interesses de produtores exportadores e importadores de insumos e sementes. Vai interagir com a Câmara Setorial do Estado de São Paulo, ligado a Secretaria da Agricultura. O secretário executivo do Ministério da Agricultura José Amauri Dimarzo representou o titular da pasta, ministro Roberto Rodrigues. O presidente da CSESP, Renato Opitz, destaca que o órgão Federal virá facilitar os contatos com o mercado externo, discutir questões burocráticas e tributárias, barreiras estaduais e qualidade do que entra e sai do País. "O Brasil é o 3.º maior produtor de frutas do mundo, por exemplo, mas não está na lista dos 30 maiores negociadores", diz. A floricultura movimenta no varejo perto de R$ 2,2 bilhões. Sua participação mundial é de apenas 0,88% em um setor que movimenta US$ 16 bilhões (produtor) e US$ 48 bilhões (consumidor). A criação da Câmara Federal ocorreu durante a abertura da 10.ª Hortitec, feira tecnológica que reúne 250 expositores (estufa, substrato, sementes, mudas, assessoria e literatura técnica), horticultores e profissionais do agronegócio do Brasil e exterior. E ainda, o 2.º Congresso Brasileiro de Horticultura Orgânica, Natural, Ecológica e Biodinâmica que prosseguem até sábado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.