OGX comunica descoberta de óleo na Bacia de Campos

De acordo com a empresa, volume estimado de óleo nos reservatórios é de 400 a 500 milhões de barris

Agência Estado,

16 de novembro de 2009 | 11h21

A OGX Petróleo e Gás Participações, empresa de petróleo e gás do Grupo EBX, do empresário Eike Batista, informou a descoberta de óleo em águas rasas da parte sul da Bacia de Campos, nos reservatórios do Cretácio Superior no poço 1-OGX-2A-RJS, que se localiza no bloco BM-C-41 - operado integralmente pela companhia. De acordo com a empresa, o volume estimado de óleo recuperável nos reservatórios é de 400 a 500 milhões de barris.

 

"Como esperávamos, identificamos novos níveis com óleo no poço OGX-2A, confirmando o grande potencial da área", afirmou o diretor geral da OGX, Paulo Mendonça, em comunicado.

 

A companhia informou, ainda, que a perfuração segue em andamento, uma vez que "existem outros objetivos importantes e mais profundos a serem atingidos além dos já anunciados". Em comunicado do último dia 12, a empresa informou que as perfurações no poço OGX-2 teriam profundidade final de até 3.425 metros. Esse poço está a cerca de 77 km da costa do Estado do Rio de Janeiro, onde a lâmina d'água é de aproximadamente 130 metros.

Tudo o que sabemos sobre:
OGXpetróleoBacia de Campos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.