carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

OHL inicia tapa-buracos na Régis e na Fernão Dias

A espanhola OHL, que assumiu sete lotes relacionados a cinco estradas federais no leilão feito no ano passado, num total de 2.078 quilômetros, começou ontem a fazer os primeiros consertos nas rodovias privatizadas. Entre as estradas estão a Fernão Dias, que liga São Paulo a Belo Horizonte, e a Régis Bittencourt, que liga São Paulo a Curitiba.A primeira etapa de intervenções nas sete rodovias durará seis meses e prevê a reforma de trechos de pavimento danificados, o início da operação tapa-buracos, a limpeza de canteiros centrais e laterais, a pintura das faixas de rodagem e a recuperação da sinalização vertical e horizontal. Segundo o diretor-superintendente da Autopista Régis Bittencourt, Eneo Palazzi, a concessionária terá de recuperar as grades de proteção de viadutos e de trechos de risco.Ao mesmo tempo em que estiver executando as obras, a concessionária poderá iniciar a construção das praças de pedágio. Em todos os sete lotes arrematados , a OHL poderá instalar 29 praças. O investimento na primeira fase de seis meses será de R$ 706 milhões, sendo que a Fernão Dias vai receber R$ 142 milhões e a Régis Bittencourt, R$ 124 milhões. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

AGNALDO BRITO, Agencia Estado

16 de fevereiro de 2008 | 10h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.