Oi apresenta documento à Anatel com plano de investimentos

Desde segunda-feira, a empresa está proibida de vender novos chips de telefonia e internet móvel nos estados de RS, MS, AM, RR e AP. 

Eduardo Rodrigues, da Agência Estado,

25 de julho de 2012 | 15h48

BRASÍLIA - O diretor executivo de planejamento da Oi, João de Deus, chegou há pouco à Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) para apresentar o plano de investimentos da companhia para os próximos dois anos. Desde segunda-feira, a Oi está proibida de vender novos chips de telefonia e internet móvel nos Estados do Rio Grande do Sul, Mato Grosso do Sul, Amazonas, Roraima e Amapá.

O executivo carregava um documento com cerca de 200 páginas e prometeu falar com a imprensa após o encontro com o superintendente de serviços privados da Anatel, Bruno Ramos.

A TIM - que foi suspensa em 18 Estados e no Distrito Federal - trouxe ontem um plano com 800 páginas e a Claro - suspensa em Santa Catarina, Sergipe e São Paulo - esteve reunida na agência na segunda-feira. Em ambos os casos, o órgão regulador pediu alterações e mais detalhamentos nas propostas.

Tudo o que sabemos sobre:
AnatelOiSuspensões

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.