Oi apresentará plano preliminar à Anatel na próxima semana

Segundo a agência, operadora suspensa em cinco Estados não questionou as informações do órgão e disse que cumprirá as determinações

Anne Warth, da Agência Estado,

20 de julho de 2012 | 13h34

BRASÍLIA - O superintendente de Serviços Privados da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Bruno Ramos, afirmou nesta sexta-feira, 20, que uma nova reunião deve ser marcada com a Oi no início da próxima semana, na segunda-feira ou na terça-feira. A reunião será com a equipe de engenharia da companhia, para apresentação de um plano preliminar de investimentos. Hoje, a reunião teve a presença do diretor de Regulamentação e Estratégias da Oi, André Borges, e do diretor de Planejamento Regulatório, Pedro Abreu. A Oi terá as vendas suspensas a partir de segunda-feira em cinco Estados.

"A Oi foi muito proativa na reunião e disse que na próxima semana trará um plano preliminar", afirmou. A diretoria da Oi deixou a reunião sem falar com a imprensa. Segundo Ramos, a apresentação da Oi foi muito "básica", uma vez que foi feita pela equipe de estratégia da companhia. Apesar disso, ele considerou que o encontro foi "proveitoso". "A Oi não questionou nenhum tipo de informação e disse que vai cumprir as determinações da Anatel. Eles mostraram empenho e interesse em cumprir os parâmetros de qualidade que a Anatel deseja."

Segundo Ramos, embora apenas uma empresa tenha tido as vendas suspensas por Estado, todas, mesmo as que não foram punidas, terão de apresentar planos de investimentos em todos os Estados. "Entendemos que, dessa forma, teremos melhoria de qualidade em todos os Estados, não só nos suspensos." 

Posicionamento

Em comunicado de imprensa divulgado após a reunião da Oi com a Anatel, a empresa disse que formará uma equipe para montar um plano de ação e atender às exigências do órgão. A companhia informou que a reunião de hoje teve o objetivo de entender com clareza as diretrizes e responder de forma adequada às exigências da Anatel. A empresa promete assegurar a qualidade da prestação dos serviços, principalmente nos Estados onde será punida - Amazonas, Amapá, Roraima, Mato Grosso do Sul e Rio Grande do Sul.

"A Oi vai otimizar o ritmo de seus investimentos em 2012 e reitera seu compromisso em continuar investindo maciçamente no setor de telecomunicações brasileiro", diz a nota. A empresa afirmou que os investimentos programados para este ano são de R$ 6 bilhões, R$ 1 bilhão a mais que em 2011. Até 2015, serão R$ 24 bilhões.

"A Oi tem convicção de que o esforço e a concentração de investimentos empreendidos nos últimos 12 meses já se refletem na melhoria da prestação de seus serviços e apresentará informações à Anatel que reflitam essa evolução", informa a empresa.

Tudo o que sabemos sobre:
OicelularesAnateloperadora

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.