Oi cresce e tira mercado das rivais

Empresa foi a que mais ganhou clientes no País em maio

Renato Cruz, O Estadao de S.Paulo

19 de junho de 2009 | 00h00

A Oi foi a empresa que mais cresceu no mercado de telefonia celular durante o mês passado, segundo dados divulgados ontem pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). A empresa ficou com 44% das adições líquidas de maio, que chegaram a 2,9 milhões. "Houve um crescimento excepcional na região da Brasil Telecom", apontou Eduardo Tude, presidente da consultoria Teleco.No mês passado, a Oi lançou sua marca na região da Brasil Telecom (BrT), operadora que comprou no ano passado. Em menos de um mês, a Oi vendeu mais de 600 mil chips na área da BrT. Na promoção de lançamento ofereceu créditos de até R$ 600 por mês para quem fizer recargas de R$ 1. Em março e abril, antes do lançamento da marca Oi, a empresa tinha perdido clientes na área da BrT.Tude destacou que foi a primeira vez que uma empresa que não subsidia aparelhos, como a Oi, lidera a captação de clientes no mês de maio. O aparelho celular costuma ser um presente importante no Dia das Mães, o que beneficia outras operadoras, que dão desconto nos aparelhos em troca da assinatura de contratos de fidelidade.O aumento de 2,9 milhões do total de assinantes em maio, alcançando 157,5 milhões, foi maior do que a verificada no mesmo mês de 2008, quando o mercado ganhou 2,8 milhões. Nos quatro meses anteriores, o crescimento havia sido menor que no ano passado. Apesar disso, o avanço da base de celulares este ano continua menor que em 2008. A Teleco estima para este ano um aumento de 25 milhões de celulares na base de assinantes. Em 2008, foram 30 milhões.Além das promoções agressivas da Oi, o presidente da Teleco destacou o fato de a empresa ser a que tem menos participação de mercado entre as operadoras celulares com presença nacional (as outras são a Vivo, a Claro e a TIM). "A tendência é que as quatro tenham participações muito próximas", acredita Tude. Segundo a Anatel, em maio, a Vivo tinha 29,4%, a Claro 25,5%, a TIM 23,6% e a Oi 21,1%."A Oi ainda tem mercado para conquistar, seja na operação nova (São Paulo) ou na área da BrT", disse Luciana Leocadio, chefe de análise da Ativa Corretora. Segundo ela, o fato de a empresa ter se tornado recentemente uma companhia com presença nacional ainda não aparece nos resultados.A segunda empresa que mais cresceu no mês foi a TIM, que ficou com 24% dos novos clientes. A Vivo ficou com 20% e a Claro com apenas 12%. "Quanto à Claro, a redução de seu ritmo de crescimento parece estar ligada à maior competição promovida pela Oi, uma vez que o perfil de usuários (mais pré-pagos, low-end) das duas empresas é semelhante", escreveu ontem Luciana em seu relatório, sobre os dados divulgados pela Anatel.A chefe de análise da Ativa Corretora disse que é preciso esperar os resultados das empresas no segundo trimestre para avaliar o impacto de suas estratégias comerciais. "Consideramos o desempenho da TIM também positivo, em termos de conquista de clientes, porém ainda temos dúvidas quanto ao impacto da maior atividade comercial sobre os resultados da empresa, e preferimos aguardar o segundo trimestre para avaliarmos sua performance", escreveu. Ela considerou bom o fato de a Vivo ter conquistado mais clientes em maio que no mesmo mês de 2008, apesar de ter perdido participação no mercado.A teledensidade brasileira chegou a 82,4 celulares por 100 habitantes. O Distrito Federal é onde se concentra o maior número de telefones móveis por habitante, com um índice de 149,1. O Rio está em segundo lugar, com 99,6, e o Mato Grosso do Sul em terceiro, com 98,4. NÚMEROS44%dos novos clientes de telefonia celular foram para a Oi em maio2,9 milhõesde acessos foram adicionados a base de telefones móveis no País157,5 milhõesfoi o total de celulares em todo o Brasil no mês passado24%dos novos clientes de telefonia celular ficaram com a TIM20%ficaram com a Vivo no mês passado

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.