carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Oi: interesse na BrT é pelo controle e não visa fusão

O grupo Oi, (ex- Telemar) afirmou, em comunicado divulgado hoje, que continuam avançando as negociações para reestruturar a base acionária da empresa, com a saída de alguns sócios e o reposicionamento acionário de outros, bem como sobre a compra do controle acionário da Brasil Telecom Participações (BrTP). A empresa afirma, no entanto, que as transações não foram concluídas."Especificamente no tocante à negociação que tem por objeto a BrTP, esclarece-se que, embora não se tenha um desenho definitivo para a operação, as alternativas avaliadas não contemplam a sua fusão, mas somente a aquisição do seu controle acionário, que poderá ser adquirido de alguma(s) das sociedades que direta ou indiretamente controlam a BrTP", continua na nota.Além disso, a Telemar diz que os valores discutidos durante estes entendimentos, indicativos e ainda sujeitos a ajustes, convergem para se fixarem em torno do centro da faixa de R$ 4,5 bilhões a R$ 5,2 bilhões para a totalidade da participação que representa o controle direto na Brasil Telecom Participações. "Não obstante, no momento não há certeza quanto ao valor final do negócio de aquisição do controle caso as negociações cheguem a bom termo. Reitera-se que até o momento ainda não se chegou a um acordo sobre os termos da operação e não foi firmado, ainda que em caráter preliminar, qualquer documento entre as partes a seu respeito".

AE, Agencia Estado

07 de fevereiro de 2008 | 08h44

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.