Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Oito são presos no Rio por fraude na Previdência Social

Quadrilha era composta por advogados e agenciadores; prisões ocorreram durante a operação Kabuf

Solange Spigliatti, de O Estado de S. Paulo,

21 de fevereiro de 2008 | 17h17

A Polícia Federal prendeu na manhã desta quinta-feira, 21, as oito pessoas acusadas de fraudar a Previdência Social no Rio de Janeiro. As prisões ocorreram durante a operação Kabuf, com a participação de cerca de 50 policiais federais.   A quadrilha era composta por advogados e agenciadores que atuavam nos municípios de Cordeiro, Miracema, Santo Antonio de Pádua, Niterói e Itaocara, todos no Estado do Rio de Janeiro.   A fraude, segundo a PF, consistia em obter judicialmente benefícios por um período supostamente laborado em atividade rural. As pessoas eram atraídas por cartazes e pela rádio anunciando uma ação social do governo federal, e posteriormente eram instruídas a prestar declarações falsas em juízo para conseguir judicialmente o benefício.   A operação teve seu nome escolhido por ser uma expressão usada nas conversas entre os integrantes de uma quadrilha de fraudadores da previdência.

Tudo o que sabemos sobre:
fraude na previdência

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.