Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Oito suspeitos de fraudar R$ 200 mi em ICMS são soltos

O juiz José Guilherme Marrey, da 6ª Vara Criminal de Campinas (SP) revogou ontem a prisão de oito das dez pessoas presas na ultima terça (17) pela Operação Anhanguera, realizada pela Polícia Federal em cidades do interior de São Paulo e do Rio Grande do Sul. A investigação apontou desvio e sonegação de impostos na distribuição de álcool combustível. Foram mantidas as prisões dos empresários Gilmar Antonio Marcelo e Marco Chiarinelli, acusados de uma fraude calculados em R$ 200 milhões só de ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias).

ROSEMARY DE SOUZA, Agencia Estado

21 de agosto de 2010 | 12h52

Segundo a PF e o Ministério Público, os acusados vendiam álcool combustível de um refinaria como álcool de uma destilaria de bebidas (que tem tributação menor). Outras empresas continuam sob investigação.

Tudo o que sabemos sobre:
operaçãoPFfraudeálcoolprisões

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.