Olavo Baptista deixa cargo de juiz da OMC

Alegando motivos de saúde, o brasileiro Luiz Olavo Baptista renunciou ao seu posto de juiz da Organização Mundial do Comércio (OMC). A decisão foi anunciada ontem em Genebra. Professor de Direito Internacional da USP, Olavo Baptista foi eleito em 2001 para uma das cadeiras vagas existentes de juiz internacional. Foi o primeiro brasileiro escolhido como representante do País no Órgão de Apelação da OMC, instância de maior poder na estrutura internacional de solução de disputas comerciais. O órgão é convocado todas as vezes que um país não se sente satisfeito com a solução dada a uma disputa comercial.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.