Olimpíadas perde patrocinio da Kodak

A Eastman Kodak deixará de patrocinar os jogos olímpicos depois da disputa de 2008, em Beijing, na China. Desde a criação da era moderna nas disputas olímpicas, em Atenas (1896), a empresa mantinha ações de marketing no evento. Nas últimas décadas esteve entre os 12 patrocinadores oficiais. Mas enfrenta problemas. Gastou US$ 3,2 bilhões em reestruturação e acumulou US$ 2,1 bilhões em perdas em quase três anos.

O Estadao de S.Paulo

13 de outubro de 2007 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.