OMC deve discutir limites à proibição de embarques

Afirmação foi feita pelo ministro da Agricultura francês, Bruno Le Maire,  que reforçou a necessidade de manter os embarques de alimentos principalmente para países mais pobres

Gabriela Mello, da Agência Estado,

26 de janeiro de 2011 | 12h11

O ministro de Agricultura francês, Bruno Le Maire, disse nesta quarta-feira, 26, que a Organização Mundial de Comércio (OMC) deve discutir sobre limitar ou restringir as proibições de embarque com países membros do G-20 ou outros parceiros internacionais.

"Quando um país como a Rússia quer suspender as exportações para reservar sua produção para uso próprio, poderia haver uma restrição para manter os embarques para países mais pobres, onde uma crise de alimentos poderia provocar tumultos", afirmou ele. "A OMC tem um mecanismo para limitar as restrições impostas às importações", algo similar poderia ser discutido para as exportações, segundo Le Maire.

"Os países do G-20 devem criar e melhorar a coordenação para impedir o surgimento de crises nos mercados agrícolas", disse o ministro. No verão passado, os futuros do trigo dispararam, após a Rússia e a Ucrânia terem reduzido drasticamente as ofertas do tipo soft no mercado. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
agriculturaOMCcomércioLe Maire

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.