Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

OMC diz que novos textos são avanço para Rodada de Doha

Diretor-geral da instituição pede flexibilidade aos países para superarem objeções remanescentes

REUTERS

06 de dezembro de 2008 | 19h06

Novos textos emitidos por mediadores de negociações comerciais sobre os setores de agricultura e bens industriais levam a Rodada de Doha da Organização Mundial de Comércio para mais perto de sua conclusão, afirmou neste sábado o diretor-geral da instituição, Pascal Lamy. Ele pediu para os 153 membros da OMC mostrarem flexibilidade para superarem objeções remanescentes e afirmou em comunicado que vai levar em consideração as reações aos novos documentos antes de decidir convocar uma reunião de ministros em Genebra este mês, para uma tentativa de destravar a rodada. O presidente do grupo que trabalha com negociações sobre agricultura, Crawford Falconer, afirmou em uma introdução a seu esboço de negociação que discordâncias continuam sobre a proposta de criação de uma salvaguarda para proteger agricultores de países pobres de um aumento nas importações e também sobre propostas para se criar um teto para a maior parte das tarifas agrícolas e sobre subsídios ao algodão, entre outras questões.

Tudo o que sabemos sobre:
MACRODOHALAMY*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.