OMC estima que comércio mundial cresce 9,5% este ano

OMC estima que comércio mundial cresce 9,5% este ano

O comércio mundial volta a crescer este ano, mas ainda a uma taxa insuficiente para compensar a queda de 2009. Dados divulgados ontem pela Organização Mundial do Comércio (OMC) indicam que a expansão das exportações será de 9,5%, ante queda de 12,2% em 2009, a maior desde a 2ª Guerra Mundial.

JAMIL CHADE, O Estado de S.Paulo

27 de março de 2010 | 00h00

A China, que passou a ser a maior exportadora do mundo em 2009, continuará sendo, ao lado de toda a Ásia, o motor do comércio mundial. "Essa é uma boa notícia para a economia global; mostra que há luz no fim do túnel", disse o diretor-geral da OMC, Pascal Lamy.

Segundo a entidade, a expansão do comércio entre países emergentes será de 11%, superior à dos países ricos, de 7,5%. A principal responsável pela recuperação será a Ásia, especialmente a China. "A China e a Ásia serão as grandes responsáveis pela recuperação", afirmou Patrick Loew, economista-chefe da OMC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.