Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

OMC: Pascal Lamy defende reforma do sistema monetário internacional

Reforma teria o objetivo de diminuir a volatilidade das taxas de câmbio e assim facilitar o comércio global

Ricardo Gozzi,

27 de março de 2012 | 19h28

LONDRES - O diretor-geral da Organização Mundial do Comércio (OMC), Pascal Lamy, defendeu nesta terça-feira, 27, uma reforma no sistema monetário internacional com o objetivo de diminuir a volatilidade das taxas de câmbio e assim facilitar o comércio global.

Lamy também advertiu, durante seminário em Londres, contra a adoção de medidas protecionistas por parte de governos em resposta ao que consideram desajustes no câmbio que prejudicam injustamente os produtores internos.

"Claramente, com a exceção de quem negocia com câmbio, os movimentos erráticos das taxas de câmbio são causa de irritação no sistema comercial hoje", disse Lamy.

"Ao mesmo tempo, é preciso pensar se níveis de proteção de prazo mais longo precisam ser ajustados a flutuações de longo prazo ou até mesmo a desalinhamentos nas taxas de câmbio."

Na avaliação de Lamy, é necessário um sistema monetário global que "inspire confiança, ofereça estabilidade e monitore com mais eficácia as taxas de câmbio (...), possibilitando assim fazer frente aos desequilíbrios globais que colocam em risco a estabilidade". As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.