OMC vai investigar subsídios agrícolas nos EUA

A Organização Mundial do Comércio (OMC) abriu uma investigação para averiguar se os Estados Unidos estão violando as regras internacionais que limitam os subsídios agrícolas. A decisão foi tomada três dias depois que o Senado norte-americano aprovou sua nova lei agrícola, conhecida como Farm Bill, com um orçamento de US$ 286 bilhões.Segundo negociadores que participaram de uma reunião a portas fechadas, a OMC abriu um painel para julgar a questão depois que Brasil e Canadá exigiram um investigação. Frustrados com a resistência norte-americana em cortar subsídios, os dois países pediram à entidade que condene Washington por exceder os níveis permitidos de subsídios a produtores de milho, algodão, arroz, soja e trigo.O painel aberto hoje deve apresentar sua primeira sentença em 2008. O sistema de disputas geralmente leva anos antes de chegar a uma decisão definitiva, mas pode forçar um país a mudar sua legislação ou enfrentar sanções retaliatórias da ordem de bilhões de dólares.A disputa sobre os subsídios agrícolas pode se tornar um marco para a OMC, uma vez que o Brasil também reclama das ajudas governamentais para a produção de etanol nos Estados Unidos. O órgão tem se mantido à distância de questões energéticas em seus 12 anos de história. As informações são da Dow Jones.

GERSON FREITAS JR., Agencia Estado

17 de dezembro de 2007 | 15h34

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.