ONS admite que sistema elétrico corre risco de falhas

O diretor-geral do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), Hermes Chipp, admitiu nesta terça-feira, que em algumas situações, o sistema elétrico precisa correr riscos de falhas para que haja equilíbrio entre a segurança e os custos.

Reuters

18 de dezembro de 2012 | 16h34

"Tem que haver o equilíbrio entre segurança e custos. As obras não podem ser feitas ao mesmo tempo, senão a tarifa vai lá para cima. Por isso temos que correr o risco em alguns lugares", disse Chipp, a jornalistas.

As declarações foram feitas alguns dias depois de um blecaute ocasionado por problema na hidrelétrica Itumbiara, de Furnas, levando ao desligamento de mais de 8 mil MW de cargas em 12 estados.

(Por Leonardo Goy)

Tudo o que sabemos sobre:
ENERGIAONSFALHAS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.