ONS: carga de energia cresce 3,7% em abril

A carga de energia no Sistema Interligado Nacional (SIN) cresceu 3,7% em abril deste ano ante o mesmo mês de 2007, alcançando 51,978 mil megawatts (MW) médios, segundo o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS). No período acumulado de 12 meses encerrados em abril deste ano, o incremento verificado na carga de energia foi de 4,7%. Na comparação entre abril e março de 2008, a carga ficou estável.De acordo com o ONS, o desempenho de abril foi influenciado por temperaturas mais amenas nas regiões Sul e Sudeste, fator considerado atípico para este período do ano, conhecido pelas temperaturas mais elevadas, o que impulsiona a maior utilização de refrigeração. Essa mudança do clima no período, segundo o operador, é motivada pelo fenômeno climático La Niña, que provoca temperaturas mais baixas. Outro ponto atípico verificado no período é que o crescimento da carga de energia elétrica não tem acompanhado com a mesma intensidade a evolução dos indicadores de desempenho da economia brasileira, principalmente do setor industrial, que continuam em expansão.Para o operador, esse fenômeno contraria a histórica relação entre crescimento econômico e aumento do consumo de energia elétrica. Entre as razões apontadas pelo ONS para explicar essa mudança estão o aumento da autoprodução por parte dos grandes consumidores de eletricidade e maior peso no Produto Interno Bruto (PIB) de setores menos intensivos em energia.RegiõesEntre as regiões, a carga verificada no Sudeste foi de 32,313 mil MW médios, equivalente a uma alta de 3,1% sobre abril de 2007. No Sul, o volume foi de 8,575 mil MW médios, representando uma expansão de 4,9%. No Nordeste, a carga foi de 7,484 mil MW médios, com um crescimento de 5%. No Norte, o volume verificado foi de 3,606 mil MW médios, incremento de 3,6%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.