bolsa

E-Investidor: Itaúsa, Petrobras e Via Varejo são as ações queridinhas do brasileiro

ONS confirma novo risco de déficit de energia em 2006

O presidente do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), Mário Santos, confirmou que o País corre novo risco de déficit de energia, previsto para 2006, segundo o Planejamento da Operação do Sistema do órgão. O estudo conta com um aumento médio de 5% da demanda e, em contrapartida, com a construção de 16 térmicas e diversas hidrelétricas e linhas de transmissão. "Até 2005 estamos com folga. Em 2006 já aparece um risco de déficit", disse Santos. Segundo ele, para que o País corra o risco de um novo racionamento, é preciso que as chuvas não sejam favoráveis nos próximos anos. "Em algumas das simulações que fizemos, com médias históricas de chuvas, a oferta de energia pode não ser suficiente em 2006. Mas um novo racionamento só ocorrerá se não houver novos investimentos além dos previstos", afirmou. Segundo o ONS, há 32 térmicas previstas mas aguardando definições do modelo, que podem ser construídas até lá.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.