ONS descarta problema de geração de energia em 2014

O diretor-geral do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), Hermes Chipp, disse nesta quarta-feira, 12, que as simulações feitas pelo órgão em relação à meteorologia para os próximos meses indicam que, diferentemente dos anos anteriores, o País não corre o risco de ter problemas de geração de energia em 2014. "Apenas se vier um regime de chuvas pior que toda a série histórica", afirmou, durante apresentação em audiência pública na Comissão de Infraestrutura do Senado Federal. "Em março, a condição de chuvas não será tão desfavorável como janeiro e começo de fevereiro", completou.

EDUARDO RODRIGUES, Agencia Estado

12 de março de 2014 | 08h40

Chipp fez rápida exposição sobre o panorama de geração de eletricidade brasileiro e voltou a dizer que, no mundo todo, segurança energética, matriz limpa e modicidade tarifária são variáveis de uma equação que não fecha. "Mas o Brasil possui uma matriz privilegiada e temos condições de resolver o binômio custo-segurança", ponderou.

O secretário-executivo do Ministério de Minas e Energia, Márcio Zimmermann, e o presidente da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), Maurício Tolmasquim, também participam da audiência pública.

Tudo o que sabemos sobre:
energiaONSgeração

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.