ONS: nível ideal dos reservatórios será definido dia 29

O diretor-geral do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), Hermes Chipp, afirmou hoje que o nível de armazenamento necessário dos reservatórios das hidrelétricas para o atendimento do mercado em 2009 será decido na próxima reunião do Comitê de Monitoramento do Setor Elétrico (CMSE), marcada para a terça-feira da semana que vem (dia 29). "O Brasil não pode mais ficar esperando as chuvas do período úmido para recompor os reservatórios e atender o mercado", disse o executivo, durante o Fórum Projeto Brasil, realizado hoje em São Paulo.Segundo Chipp, a expectativa é que o nível de armazenamento dos reservatórios fique entre 46% e 53% da capacidade total em dezembro de 2008, quando tem início as chuvas no País. Para chegar a esses níveis, o operador deverá ativar as térmicas disponíveis no sistema, de modo a poupar água nas hidrelétricas.Nessa faixa de armazenamento, o diretor do ONS afirmou que é possível que o sistema enfrente até a segunda pior seca já ocorrida no período úmido, entre dezembro e abril de cada ano, sem problemas no abastecimento de energia. "O ideal seria enfrentar a pior seca, o que demandaria um nível de armazenamento de 63%, mas isso tem um custo elevado", afirmou o executivo.De acordo com Chipp, a expectativa é que na próxima reunião do CMSE, as térmicas a óleo combustível ativadas fora da ordem de mérito (custo) do sistema sejam desligadas, até por conta das chuvas que caíram nas últimas semanas e elevaram o nível dos reservatórios das hidrelétricas de todo o País. "Mas as térmicas a gás deverão ser mantidas em operação, até por conta do custo de operação do sistema", disse o diretor do ONS.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.