ONU prevê inflação de 6% em 2005, maior do que meta do BC

Um relatório publicado hoje pela Organização das Nações Unidas (ONU) sobre o estado da economia mundial em 2005 indica que a inflação no Brasil poderá ficar acima das metas do governo e superior mesmo às expectativas do mercado. Segundo o documento, de mais de cem páginas, aestimativa de inflação no País é de 6%. Já a meta do governo é de 5,1%, enquanto o mercado indica um aumento de 5,3%.Se na questão da inflação a ONU difere das previsões do governo, a perspectiva de crescimento para o País é a mesma indicada pela administração de Luiz Inácio Lula da Silva. Tanto a ONU como o governo apontam que o crescimento do PIB será de 4% neste ano. A taxa será inferior à médias dos países em desenvolvimento, que crescerão 5,5%.Já a economia mundial crescerá 3,25%, inferior à taxa de 4% em 2004, mas ainda superior ao aumento registrado no PIB mundial em 2003, que foi de 2,8%. Para os economistas da ONU, 2004 pode ter sido o ápice de um ciclo. No comércio internacional, o crescimento de mais de 10% em 2004 não deve se repetir neste ano. A taxa de aumento deve ficar em 8%.Segundo a ONU, os principais riscos para a economia internacional são a alta dos preços do petróleo e os desequilíbrios fiscais nos Estados Unidos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.