Opep concorda em manter produção inalterada

Representantes da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) concordaram formalmente, durante encontro nesta quinta-feira, 15, em manter a produção do atual nível de petróleo, considerando os cortes já adotados. A decisão foi tomada devido a preocupações com o crescimento da economia e com a diminuição da demanda de petróleo nos próximos meses, disse um delegado. O delegado acrescentou que o presidente da Opep dos Emirados Árabes Unidos pode pedir um novo encontro em junho para rever a situação. Os 10 países da Opep têm como objetivo um rendimento de 25,8 milhões de barris por dia. Os 12 membros da Opep respondem por mais de 30 milhões de barris por dia ou um terço do fornecimento do mundo. Ministros haviam dito anteriormente que as conversas estavam unidas com a necessidade de concordar plenamente com a restrição do fornecimento existente. Nos dois encontros anteriores, a Opep concordou em cortar um total de 1,7 milhão de barris por dia, ou cerca de 6% da produção.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.