Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Opep cortará excesso de produção em 1º de fevereiro de 2005

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) vai começar a cortar seu excesso de produção a partir de 1º de fevereiro, com o objetivo de cumprir seu limite de produção diário de 27 milhões de barris/dia para ajudar a evitar uma queda adicional dos preços da commodity, disse o ministro de petróleo do Kuwait, xeque Ahmad Fahad Al-Ahmad Al-Sabah. Questionado sobre quando o corte do excesso de produção seria efetivado, al-Sabah disse que "todos têm compromissos de entregas de petróleo para o próximo mês (janeiro), talvez comecemos em fevereiro".O ministro do Kuwait disse que todos os membros do cartel estão comprometidos em respeitar o atual teto de produção, retirando o excesso de petróleo do mercado. Al-Sabah estima que o excesso de produção da Opep esteja ao redor de 1,7 milhão de barris/dia.O grupo provavelmente vai reunir-se novamente no início de fevereiro para "acompanhar a situação do mercado", acrescentou al-Sabah. Amanhã, será realizada na capital egípcia a reunião ministerial da Opep que irá estabelecer a política de produção do grupo para os próximos meses. As informações são da Dow Jones.

Agencia Estado,

09 de dezembro de 2004 | 17h54

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.