Opep decide manter produção de petróleo inalterada

Decisão desaponta nações que querem o aumento da produção para reduzir os preços da commodity

REUTERS

05 de dezembro de 2007 | 07h26

Os membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) concordaram nesta quarta-feira, 5, em manter a produção inalterada, afirmou um delegado da organização.  A decisão provocará desapontamento para as nações consumidoras, que vinham pedido à Opep para aumentar a produção de petróleo para ajudar a reduzir os preços do barril da commodity.  Os membros da Opep também concordaram em realizar uma nova reunião em janeiro, disse o delegado, antes do encontro regular de março. O local e a data exata desta reunião de janeiro não foram revelados.  Antes da reunião desta quarta-feira, ministros de petróleo dos países que formam o cartel disseram que a oferta da commodity era suficiente para atender a demanda do inverno no Hemisfério Norte. Os ministros culparam os especuladores pela forte alta dos preços. Preços A notícia sustentou a alta nos preços dos futuros do petróleo. Às 7h55 (de Brasília), o contrato de janeiro do petróleo WTI, negociado na Nymex, subia 0,66% para US$ 88,90 o barril, enquanto o Brent com o mesmo vencimento avançava 0,58% na ICE para US$ 90,05 o barril.

Tudo o que sabemos sobre:
PETROLEOOPEPPRODUCAO

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.