Opep estudará mudança na banda de preço

A Opep deve estudar eventual mudança na atual banda de oscilação de preço da cesta dos sete tipos de petróleo do grupo, ajustando-a à depreciação recente do dólar e a inflação, informou o presidente do cartel, Purnomo Yusgiantoro. "Estudaremos uma nova banda", afirmou. Questionado se a banda seria alterada para US$ 25,00 a US$ 32,00 o barril, margem sugerida por analistas e membros do Parlamento da Indonésia, Purnomo disse "ser possível, mas não definitivo". Atualmente, a banda de variação de preços está entre US$ 22,00 a US$ 28,00 o barril. Segundo a regra que criou o mecanismo em 2000, a Opep tem de elevar a produção do grupo em 500 mil barris por dia se o preço da cesta superar US$ 28,00 o barril por 20 dias consecutivos ou reduzir a produção em 500 mil barris se o preço da cesta ficar abaixo de US$ 22,00 o barril por dez dias consecutivos. O preço da cesta está acima do teto da banda desde 5 de dezembro, mas a Opep decidiu ignorar o mecanismo, citando a depreciação do dólar e considerando que os preços do mercado têm sido conduzidos por especuladores.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.