seu bolso

E-Investidor: O passo a passo para montar uma reserva de emergência

Opep não tem planos de elevar produção de petróleo

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) acredita que os preços recordes atuais do petróleo são muito altos, mas não tem planos para elevar a produção acima do acordado na última reunião do grupo, ocorrida em setembro, afirmou seu secretário-geral, Abdalla Salem el-Badri.El-Badri, que assumiu o cargo no início do ano, disse que a alta dos preços é estimulada por especuladores do mercado e não refletem os fundamentos de oferta e demanda. O contrato do petróleo WTI negociado na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex) superou hoje pela primeira vez o nível de US$ 88 por barril, estabelecendo a máxima durante os negócios em US$ 88,03. "Embora a organização não prefira preços de petróleo neste nível, ela acredita fortemente que os fundamentos não dão suporte para os preços elevados e que os mercados estão bem supridos", declarou.A Opep, cuja produção representa cerca de 40% do consumo mundial de petróleo, vai continuar a monitorar os mercados de petróleo globais e responder a quaisquer distúrbios de fornecimento. O grupo concordou em setembro em elevar sua produção em 500 mil barris por dia a partir de 1 de novembro. As informações são da Dow Jones.

CAROLINA RUHMAN, Agencia Estado

16 de outubro de 2007 | 14h22

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.