Opep pode se reunir antes de setembro, diz líbio

O presidente da Líbia National Oil Corporation, Shokri Ghanem, disse que a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) pode se encontrar antes de setembro para estudar a possibilidade de elevar a produção, diz a Bloomberg.com, citada pela Dow Jones. Os preços recorde do petróleo - que hoje chegou a ser negociado acima de US$ 126,00 em Nova York - geram pressão sobre os membros do cartel. Em entrevista, Ghanem afirmou: "Consideraríamos, entre outras opções, a possibilidade de ampliar a produção para garantir estabilidade ao mercado". Ele também disse que, embora não esteja convocando reunião para antes de setembro, apoiaria a antecipação. A Opep tem reunião ordinária agendada para o dia 9 de setembro, em Viena. Na manhã de hoje, o ministro de Petróleo da Nigéria, Odein Ajumogobia, disse que daria apoio a uma reunião do cartel no verão (Hemisfério Norte) se for detectado que mais petróleo é necessário. Contudo, ele disse que por enquanto o mercado está bem abastecido. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.