Opep reduz previsão de demanda por petróleo, vê oferta ampla

A Organização dos Países Exportadoresde Petróleo (Opep) reduziu nesta sexta-feira pela terceira vezneste ano a previsão para o crescimento global da demanda porpetróleo em 2008, em mais um sinal de que o recorde nos preçosestá reduzindo o consumo. O grupo exportador também afirmou que está fornecendo maisdo que a demanda prevista por petróleo, e que a atual produçãocombinada com a oferta extra da Arábia Saudita deve aumentar osestoques no terceiro trimestre. A demanda global por petróleo vai aumentar 1,1 milhão debarris por dia neste ano, 60 mil barris por dia a menos do quea previsão inicial, afirmou a Opep no relatório mensal de junhosobre o mercado de petróleo. As reduções anteriores ocorreramem maio e fevereiro. "A economia dos Estados Unidos em ritmo lento, junto com osatuais preços do petróleo, vai ter efeito na demanda não só nosEstados Unidos mas nos países da Organização para Cooperação eDesenvolvimento Econômico (OCDE) no segundo semestre", afirma orelatório. "China, Oriente Médio, América Latina e Índia devem mostrarcrescimento saudável na demanda por petróleo no restante doano", acrescentou. O relatório reafirma a visão da Opep de que os consumidorestêm petróleo suficiente e que outros fatores além da oferta eda demanda estão mandando o petróleo para os maiores níveis dahistória. Há uma semana, o barril atingiu 139,12 dólares. (Reportagem de Alex Lawler)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.