Opep tem receita com exportações recorde de US$ 1 trilhão em 2011

Movimento destaca como os conflitos no Oriente Médio e Norte da África encheram os cofres dos  membros da Organização de Países Exportadores de Petróleo

Clarissa Mangueira, da Agência Estado,

18 de junho de 2012 | 16h39

A Organização de Países Exportadores de Petróleo (Opep) reportou uma receita recorde com exportações da commodity no ano passado, de US$ 1 trilhão, de acordo com dados do grupo.

O movimento destaca como os conflitos no Oriente Médio e Norte da África, embora tenha impulsionado as necessidades orçamentárias da Opep para cima, também encheram os cofres dos seus membros.

Em seu relatório anual para 2011, a Opep disse que seus membros registraram US$ 1,040 bilhão em exportações de petróleo, que incluem petróleo bruto e gás natural líquido, o que representa uma alta de 39%.

O número está perto de um Produto Interno Bruto (PIB) anual das grandes economias, como Coreia do Sul, de acordo com dados do Fundo Monetário Internacional (FMI).

O recorde anterior foi atingido em 2008, quando a Opep obteve uma receita de US$ 980 milhões com as exportações de petróleo.

O número surpreendente foi alcançado apesar de um aumento apenas ligeiro na produção de petróleo bruto de 2%, de 29,8 milhões de barris diários, no ano passado. Mas o preço médio dos barris vendidos por seus membros subiu 39%.

As informações são da Dow Jones

Tudo o que sabemos sobre:
OpeppetróleoPIB

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.