Operação AmBev será apresentada ao Sistema da Concorrência

O diretor de Relações Corporativas e Comunicação da AmBev, Milton Seligman, comunicou hoje ao secretário de Direito Econômico do Ministério da Justiça, Daniel Goldberg, que a empresa deverá apresentar, semana que vem, ao Sistema Brasileiro de Defesa da Concorrência (SBDC), a operação feita com a belga Interbrew. De acordo com a Lei 8.884/94, a empresa deve notificar a operação ao SBDC num prazo de até 15 dias após a conclusão do negócio. Como a assinatura foi feita no último dia 3, a AmBev pode dar entrada no sistema de defesa da concorrência até o dia 18. A AmBev avalia que não há motivos para que a operação feita com a belga Interbrew, na semana passada, seja barrada pelo SBDC, afirmou Seligman. "Não deve haver grandes problemas para a aprovação no Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), porque não há operação da Interbrew no Brasil", argumentou. Prazo para julgamento Ele disse que a empresa não tem uma estimativa de quanto tempo o caso demorará para ser julgado pelo Cade. A empresa tem ainda de apresentar a operação às duas secretarias do sistema, a Secretaria de Acompanhamento Econômico (Seae), do Ministério da Fazenda, e a Secretaria de Direito Econômico (SDE), da Justiça. As duas emitirão pareceres que serão remetidos ao Cade, que só então fará o julgamento.

Agencia Estado,

08 Março 2004 | 17h15

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.