finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Operação CPF na Nota multa oito restaurantes em SP

Oito restaurantes de São Paulo foram multados por não emitir nota com o número do CPF e CNPJ dos clientes, durante a Operação CPF na Nota, feita em conjunto pela Secretaria do Estado da Fazenda e Procon-SP. A soma das multas aplicadas aos estabelecimentos passa de R$ 20 mil reais, de acordo com o diretor executivo da Administração Tributária, Clóvis Cabrera. "Mas a operação vai ser sistemática, na medida em que recebermos mais reclamações de consumidores", afirmou. A fiscalização foi motivada por 15 denúncias de consumidores, feitas pela internet. A inclusão do número do documento na nota é obrigatória para restaurantes, padarias, bares e lanchonetes de todo o Estado pelo programa Nota Fiscal Paulista, desde que a solicitação seja feita pelo consumidor. O descumprimento da lei prevê multa para os varejistas de R$ 1.423 por cada nota emitida sem CPF ou CNPJ. "Nesta primeira etapa da operação, notificamos os comerciantes sobre as irregularidades fiscais e encontramos outras falhas em relação ao direito do consumidor, como falhas no cardápio", afirma o diretor de Fiscalização do Procon-SP, Paulo Arthur Góes. O programa devolve 30% do ICMS arrecadado na compra pelos estabelecimentos para o consumidor, em forma de crédito ou desconto no IPVA. Os estabelecimentos do Estado seguem um cronograma para fazer a adesão obrigatória até maio de 2008. "Esperamos devolver R$ 1,5 bilhão até lá", diz Cabrera. Até agora, 24 mil restaurantes e 105 mil bares, lanchonetes e padarias foram cadastrados. Para participar do programa, o contribuinte precisa pedir a inclusão do próprio CPF ou CNPJ na nota fiscal. O acompanhamento dos créditos acumulados deve ser feito pelo site www.nfp.fazenda.sp.gov.br

ELISANGELA ROXO, Agencia Estado

29 de novembro de 2007 | 20h28

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.