Dado Galdieri|Bloomberg
Dado Galdieri|Bloomberg

Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Minerva diz que colaborou com Operação da PF em Araguaína

Operação Lucas investiga crimes de corrupção envolvendo servidores do Ministério da Agricultura, Agropecuária e Abastecimento, frigoríficos e laticínios

Marcelle Gutierrez, O Estado de S.Paulo

30 de agosto de 2017 | 09h53

A Minerva informa que a Polícia Federal realizou um procedimento decorrente da Operação Lucas na cidade de Araguaína (TO) e que a operação contou com colaboradores da companhia. O procedimento apura irregularidades envolvendo Auditores Fiscais Federais Agropecuários (AFFA) no Estado.

"A Minerva esclarece que não existe indiciamento ou denúncia contra a companhia, ou contra diretores executivos, estatutários e/ou membros do conselho de administração da companhia no âmbito das operações", informou a empresa, em comunicado enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Segundo a Minerva, a unidade de Araguaína mantém suas atividades regulares. "A companhia reafirma o seu compromisso em observar as melhores práticas de governança corporativa, bem como zelar pelo fiel cumprimento da legislação e do manual de ética da companhia", destacou a empresa.

Nesta quarta-feira, a Polícia Federal deflagrou a Operação Vegas, 2ª fase da Operação Lucas, que investiga crimes de corrupção envolvendo servidores do Ministério da Agricultura, Agropecuária e Abastecimento, frigoríficos e laticínios localizados nos municípios de Araguaína, Nova Olinda e Gurupi.

Em nota, a PF informou que cerca de 115 policiais federais cumprem 51 mandados judiciais, sendo 1 prisão preventiva, 10 prisões temporárias, 12 mandados de condução coercitiva e 28 mandados de busca e apreensão nos Estados do Maranhão, Minas Gerais e nos municípios de Araguaína, Gurupi, Palmas e Paraíso do Tocantins. 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.