Operação Pãozinho dá ok às padarias paulistanas

O Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São Paulo (Ipem-SP), da Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania, divulgou o resultado da Operação Pãozinho em 90 padarias da capital, na qual utilizou 20 equipes (com 40 profissionais ao todo) em visitas a padarias de bairros da zona Leste da cidade, e encontraram irregularidades em apenas quatro estabelecimentos (4,44% do total). O pão de 50 gramas pesa apenas 44 gramas em padaria da Móoca: o maior problema registrado foi na Padaria Nova Bragança,no bairro da Mooca: lá, os técnicos do Ipem verificaram que o pão francês de 50 gramas pesava, em média, 44 gramas, umadefasagem de 12%. Nas outras três padarias com problemas, a diferença ficou entre 6,8% e 7,68%. Todos os estabelecimentosreceberam um auto de infração e têm 15 dias para prestar esclarecimentos ao órgão. Caso as explicações não sejam aceitas, os comerciantes poderã o ser multados em até R 5 mil. De acordo como Ipem, a legislação, os pães podem ter uma diferença de peso de, no máximo, 5% do seu peso, e existemduas formas de comercialização desse produto: por unidades de 50g ou por peso. Os comerciantes devem optar por uma dasduas formas de v enda do produto. A Operação Pãozinho será estendida para outros bairros de São Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.