Operadora de sistemas de loteria no Brasil será investigada

A GTech Holdings Corp., maior operadora mundial de sistemas de loteria, informou hoje que recebeu uma notificação de que a Securities & Exchange Commission (SEC, na sigla em inglês), a comissão de valores dos EUA, está abrindo uma investigação sobre acusações de corrupção e suborno envolvendo funcionários da empresa no Brasil.A SEC enviou também uma citação para que a empresa apresente documentos e gravações relacionados às operações no Brasil. Até o momento, a SEC conduzia uma investigação informal sobre o assunto. Segundo o porta-voz Robert Vincent, a companhia obtém 9% de sua receita do Brasil. A Gtech comunicou que está cooperando totalmente para atender aos pedidos de informações da SEC.A Gtech está sendo acusada pelo Ministério Público pela obtenção, por vias ilegais, de contratos com a Caixa Econômica Federal. Em março, promotores do Ministério Público recomendaram a abertura de uma ação criminal contra dois executivos de alto escalão da Gtech no Brasil e sete outras pessoas.No comunicado enviado à SEC, a Gtech afirma que os executivos, provavelmente, serão acusados de conduta imprópria para garantir a prorrogação do contrato da Caixa com a Gtech. Esses funcionários também são acusados de agirem, ilegalmente, na renovação de contratos de 1997 e 2000 com a Caixa. As ações da Gtech são negociadas em baixa de 6,22%, na Bolsa de Nova York. As informações são da Dow Jones e Agência Estado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.