Operadora Oi registra prejuízo de R$ 395 milhões no primeiro trimestre

O mercado já esperava um resultado fraco da Oi para o primeiro trimestre de 2011, por conta da queda do número de assinantes de telefonia fixa. Mas despesas financeiras não recorrentes fizeram o balanço da empresa vir pior do que o previsto. A operadora registrou prejuízo de R$ 395 milhões de janeiro a março, contra lucro de R$ 518 milhões no mesmo período de 2010. O diretor de Relações com Investidores da Oi, Alex Zornig, disse que o resultado se deveu a uma decisão judicial recente sobre valores incluídos no sistema de parcelamento especial (Paes) da Receita Federal em 2003 e um montante que será incluído no Refis 4. A base de assinantes da telefonia fixa teve queda de 6,3% na comparação com o primeiro trimestre de 2010.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.