Operadoras da Telemar sobem com reestruturação

As operadoras da Telemar tiveram um bom desempenho no mercado de ações na semana passada com a reestruturação societária do grupo, anunciada no dia 5. O processo será feito conforme modelo já esperado pelo mercado: a Telemar-Rio (ex-Telerj) irá incorporar as demais 15 operadoras. Entre as dez maiores altas do mercado na última semana, seis foram de operadoras do grupo, sendo cinco negociadas na Sociedade Operadora do Mercado de Ativos (Soma) e uma na Bovespa. A maior valorização entre as operadoras foi do papel CN - preferencial classe "C", sem direito a voto - da Telepará, da Soma, que subiu 40,7%, após cinco negócios. Na Soma, destacaram-se ainda Telamazom AN (35,5%), Telpa AN (34,8%), Telest ON - ordinária, com direito a voto - (34,3%) e Telest PN (34,2%). Na Bovespa, a operadora da Telemar que mais subiu foi Telemig PNB (36,3%). Oferta pública não será necessáriaO diretor da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), Luiz Antonio de Campos, disse que a Telemar não precisa fazer oferta pública pelas ações de suas operadoras, antes de efetuar a reestruturação. Segundo ele, o processo não envolve incorporação de ações, mas incorporação das próprias companhias, que deixarão de existir. "Nesse caso, o acionista tem apenas duas opções: trocar seus papéis pelos da incorporadora ou exercer o direito de retirada", explicou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.