Operários da obra de Belo Monte decidem entrar em greve

Os trabalhadores do Consórcio Construtor Belo Monte (CCBM), responsável pelas obras da usina em Altamira do Pará, decidiram entrar em greve a partir de segunda-feira, por tempo indeterminado. Após duas rodadas de negociações, as partes não entraram em acordo. O CCBM foi notificado ontem da greve. O Sindicato dos Trabalhadores da Construção Pesada do Pará (Sintrapv) informa que realizou assembleias nos canteiros Porto e Acessos, Canais e Diques, Pimental, Belo Monte e Infraestrutura. Em todas elas, a maioria decidiu não aceitar a contraproposta do CCBM. A assessoria de imprensa do CCBM, disse que "por enquanto, não haverá divulgação de nenhuma ação" com relação à greve e que no "momento se restringe a rotinas administrativas". / FÁTIMA LESSA, ESPECIAL PARA O ESTADO

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.