Oposição diz que está retomando exportações de petróleo na Líbia

A empresa de petróleo italiana Eni informou que interromperá sua produção de hidrocarbonetos na Líbia se as exportações da Líbia não forem retomadas

Clarissa Mangueira, da Agência Estado,

28 de fevereiro de 2011 | 15h38

As forças de oposição da Líbia, que controlam as principais instalações de petróleo do país, afirmaram que estão retomando as exportações de petróleo, com a esperada saída de um navio-tanque para a China.

A empresa de petróleo italiana Eni interromperá em breve sua produção de hidrocarbonetos na Líbia se as exportações do país africano não forem retomadas, afirmou a agência de notícias ANSA, citando o executivo-chefe da companhia, Paolo Scaroni.

"A produção será interrompida quando nós completarmos nosso espaço de estocagem (na Líbia) e nossa fabricação de petróleo será em breve suspensa a menos que os embarques sejam retomados", disse Scaroni durante um conferência realizada perto da cidade de Milão. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
LíbiapetróleoKdafiOpep

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.