Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Opositor de Merkel culpa chanceler por crise de emprego

O candidato a chanceler que disputará as eleições alemãs com Angela Merkel em setembro, Peer Steinbruck, acusou a atual chanceler de causar a forte alta no desemprego entre os jovens na Europa por meio de sua prescrição de aperto de cintos e redução de dívida para combater a crise na zona do euro.

Agencia Estado

27 de junho de 2013 | 09h13

"O desemprego entre os jovens é o resultado direto das políticas de austeridade que ela motivou na Europa", disse ele, candidato do Partido Social Democrata (SPD), ao Parlamento. Segundo Steinbruck, o "círculo vicioso" de cortes orçamentários que levaram à recessão e ao desemprego "ainda não foi quebrado e ela sequer mencionou isso em seu discurso".

O candidato falou ao Parlamento antes da reunião de dois dias entre líderes europeus, que vão discutir formas de combater o desemprego entre jovens na Europa. Ele afirmou que a insistência de Merkel por austeridade fornece poucos estímulos ao crescimento econômico, o que tem tornado a crise de empregos na Europa ainda pior.

O partido de Steinbruck, no entanto, está bem atrás da coalizão de governo nas pesquisas de opinião. Ele não tem a popularidade de Merkel e sua campanha não conseguiu ganhar força. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
AlemanhaeleiçõesMerkel

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.