Orçamento aguenta correção da tabela do IR, diz Mantega

O ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão, Guido Mantega, afirmou que o Orçamento "agüenta" uma correção da tabela do Imposto de Renda da Pessoa Física. Ele ponderou, no entanto, que outras despesas terão de ser cortadas para acomodar um eventual aumento da tabela. "O Orçamento agüenta. Sempre que se cria uma despesa nova tem que acomodá-la dentro de outras despesas. É possível que tenha que reduzir alguma outra despesa para acomodar", afirmou o ministro, em rápida entrevista ao deixar o Ministério da Fazenda.Segundo ele, "talvez" se tenha uma outra solução, como foi aventada pelo ministro da Fazenda, Antonio Palocci, de criação de uma nova alíquota mais alta do IR. Ele evitou, no entanto, fazer mais comentários sobre a possibilidade de correção da tabela. "É melhor os senhores tratarem isso com o Ministério da Fazenda que é quem tem a responsabilidade do assunto", disse ele. Mantega destacou, porém, que se houver uma determinação do presidente Luiz Inácio Lula da Silva para corrigir a tabela uma solução terá de ser encontrada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.