Organização Meteorológica Mundial espera El Niño moderado neste ano

A Organização Meteorológica Mundial vê 60 por cento de chance para as condições do El Niño se tornarem plenamente estabelecidas entre junho e agosto, subindo para chance de 75 a 80 por cento entre outubro a dezembro, disse em comunicado desta quinta-feira.

REUTERS

26 de junho de 2014 | 13h52

"Embora persistam uma série de cenários sobre a força do provável El Niño, um evento de força moderada parece um pouco mais provável que um evento fraco ou forte, e um evento fraco ligeiramente mais provável do que um evento forte", disse.

Durante a ocorrência do El Niño, as temperaturas da superfície no Pacífico tropical central e oriental se tornam substancialmente mais elevadas que o normal, um fenômeno que está fortemente ligado a grandes oscilações climáticas em todo o mundo e pode durar um ano ou mais.

Este ano, provavelmente o El Niño deverá atingir o pico no quarto trimestre deste ano e se dissipar após os primeiros meses de 2015, disse a organização, que é parte da ONU (Organização das Nações Unidas).

O El Niño pode afetar os preços das commodities e pode ser responsabilizado por eventos climáticos extremos, incluindo secas e inundações. O pior El Niño já registrado em 1997/98 foi associado a grandes inundações ao longo do rio Yangtze China, que matou mais de 1.500 pessoas.

(Reportagem Tom Miles)

Tudo o que sabemos sobre:
COMMODSELNINOCHANCE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.