Órgão do Cade recomenda condenação a shoppings por prática de raio territorial

A Superintendência Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) recomendou a condenação da Multiplan e outras empresas de shopping centers por adoção de cláusula de raio territorial em contratos de locação com lojistas.

Reuters

19 de maio de 2014 | 08h56

A decisão também envolve as companhias Saphyr Administradora de Centros Comerciais, Plaza Shopping Administradora, além do Condomínio Condomínio Morumbi Shopping, Condomínio Pro-Indiviso Shopping Villa-Lobos e Condomínio Comercial Shopping Pátio Higienópolis.

As cláusulas de raio impõem restrições territoriais aos lojistas. Entre outras medidas, a Superintendência recomendou a cessão da prática e modificação das cláusulas dos contratos em curso, conforme despacho publicado no Diário Oficial nesta segunda-feira.

Aberto em 2007, o processo será agora julgado pelo tribunal do Cade.

Procuradas, as empresas não puderam ser contatadas de imediato.

(Por Marcela Ayres)

Tudo o que sabemos sobre:
CONSTRUCAOSHOPPINGSCADE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.