Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

OSX tem prejuízo líquido de R$2,4 bi em 2013

A empresa de construção naval do grupo de Eike Batista, a OSX, teve prejuízo líquido de 2,4 bilhões de reais em 2013, frente a um resultado negativo de 32,7 milhões de reais no ano anterior.

Reuters

16 de abril de 2014 | 20h47

A empresa teve Ebitda (sigla em inglês para lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) negativo de 2,26 bilhões de reais no ano passado, na comparação com um resultado positivo de 40,2 milhões de reais em 2012.

A receita líquida somou 745,1 milhões, aumento de 71,8 por cento na comparação com o ano anterior, relativa aos contratos de afretamento e operação e manutenção das plataformas OSX-1 e OSX-3 e à construção do navio lançador de linha (PLSV) para o cliente Sapura, informou a empresa em relatório.

Os custos de bens e serviços totalizaram 237,6 milhões de reais, alta de 13,7 por cento na comparação anual, e as despesas operacionais foram de 185 milhões de reais, em linha com o ano anterior.

De acordo com a empresa, as unidades de construção naval e leasing foram negativamente afetadas pela baixa contábil de 2,425 bilhões de reais, e pela baixa de ativos, no montante de 830 milhões de reais.

A empresa encerrou o ano com um endividamento consolidado de 5,027 bilhões de reais, sendo 85,2 por cento de curto prazo e 14,8 por cento de longo prazo. "A OSX vem negociando as condições de seus empréstimos e financiamentos, buscando adequá-los ao plano de recuperação judicial da companhia", disse a OSX.

Tanto OSX como a petroleira do grupo EBX, a Óleo e Gás, estão em processo de recuperação judicial.

(Por Luciana Bruno; edição Juliana Schincariol)

Tudo o que sabemos sobre:
EMPRESASOSXRESULTS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.