Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Otimismo com IPCA-15 afeta juros

Especulações de que o indicador pode ficar abaixo das previsões levaram as taxas a fechar nas mínimas ontem

Denise Abarca, Claudia Violante e Taís Fuoco, O Estadao de S.Paulo

25 de agosto de 2009 | 00h00

Os juros futuros encerraram em queda, ontem, com boa parte dos contratos nas mínimas do dia. A taxa de janeiro de 2011 cedeu a 9,59% e a de janeiro de 2012, a 10,98%. O movimento foi amparado por especulações de que o Índice de Preços ao Consumidor Amplo - 15 (IPCA-15) de agosto, que o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulga hoje, pode apresentar inflação abaixo das estimativas. Segundo levantamento do AE Projeções, esse indicador deve variar entre 0,15% e 0,24%. Mas, nas mesas de operação, os profissionais trabalhavam, especialmente no fim do dia, com a possibilidade de um IPCA-15 próximo a 0,10%, disseram fontes. Nas bolsas, o entusiasmo inicial minguou à tarde e a Bovespa, além de não conseguir se sustentar acima dos 58 mil pontos, por pouco não fechou no vermelho. Sem notícias de peso, os agentes avaliaram que houve certo exagero no comportamento do começo do dia e realizaram lucros. O Ibovespa subiu apenas 0,08%, aos 57.775,37 pontos. Em Nova York, o índice Dow Jones teve leve ganho de 0,03%. Já o Nasdaq caiu 0,14%.O dólar rompeu a sequência de quatro quedas e subiu 0,76%, a R$ 1,845 no balcão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.