Otimismo garante alta da bolsa e baixa do dólar

A ata do Copom destacando o "vigor significativo" da atividade econômica" impulsionou os negócios no mercado financeiro nesta quinta-feira. A bolsa paulista voltou aos 22 mil pontos e subiu 0,27%, com volume negociado de R$ 944 milhões. Em Nova York, o dia também foi positivo, com o Dow Jones subindo 0,13% e o Nasdaq, +1,23%.O dólar comercial permaneceu em queda pelo terceiro dia consecutivo e fechou cotado a R$ 3,037, em -0,56%. Os papéis da dívida brasileira subiram em reação à queda do dólar. O C-Bond encerrou em alta de 0,47%, cotado a 94,0625 centavos de dólar. O risco Brasil caiu 19 pontos, para 592 pontos base.No mercado de juros, porém, a leitura da ata do Copom, de um "período prolongado" para a manutenção da Selic, fez os contratos futuros fecharem em alta. Na BM&F, os DI de janeiro de 2005 terminaram em 16,59%, contra 16,40% na quarta-feira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.