Otimismo na Intel garante leve alta aos mercados europeus

Na Ásia, Tóquio atingiu o maior patamar em 15 meses após lucro de US$ 2,3 bi da fabricante de chips

Reuters,

15 Janeiro 2010 | 09h59

O lucro da fabricante de chips Intel no 4º trimestre de 2009, que foi de US$ 2,3 bilhões, ajudou as bolsas mundiais a subirem nesta sexta-feira, 15, ainda que o otimismo tenha sido esfriado de alguma maneira pelo pacote de dados da economia dos Estados Unidos e preocupações crescentes sobre o problema orçamentário da Grécia.

VEJA TAMBÉM:
Bolsas asiáticas fecham em alta após lucro forte da Intel
Mercado especula renúncia de Merkel, mas governo nega

A maioria dos mercados europeus seguiu as altas registrados na Ásia. Às 10h11 (horário de Brasília) na Bolsa de Londres, o índice FTSE subia 0,3% e na Bolsa de Paris, o índice CAC-40 tinha alta de 0,5%. Na Alemanha, porém, cujo principal índice é o DAX, a bolsa operava em queda de 0,2%.

Mais conteúdo sobre:
bolsas europeias Intel alta

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.