AP
AP

Cotação do ouro sobe e busca por ativos de segurança dispara após invasão da Ucrânia

Além do ouro, o iene, franco suíço e títulos do Tesouro dos Estados Unidos também subiram

Mateus Fagundes, O Estado de S.Paulo

24 de fevereiro de 2022 | 08h33

O lançamento de uma operação militar na Ucrânia, anunciado na madrugada desta quarta, 23, para quinta, 24, pelo presidente da Rússia, Vladimir Putin, e as reações do Ocidente à investida fizeram disparar a busca por ativos de segurança no mercado internacional. 

Neste contexto, houve valorização de ouro, iene, franco suíço e títulos do Tesouro dos Estados Unidos - esse último, com consequente queda dos juros. À 01h06 (de Brasília), o ouro para abril subia 1,20%, a US$ 1.933,30 a onça-troy. 

O dólar caía a 114,66 ienes (de 115,00 ienes no fim da tarde em Nova York) e 0,9175 franco suíço (de 0,9188 franco suíço). O juro da T-note de 2 anos recuava a 1,504%, de 1,595% no fim da tarde de ontem em Nova York; o da T-note de 10 anos cedia a 1,891% (de 1,972%); e o do T-bond de 30 anos ia para 2,220% (de 2,292%).

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.